Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


           MISTURANDO AS TINTAS
 
 

 

Agradeço todo dia,
Por ter nascido negão.
Se todo homem nasce igual,
Igualmente és meu irmão.
 

Se sua pele é diferente:
Amarela ou vermelha,
O céu foi feito para todos,
Vivemos sob a mesma telha.
 

Quando as cores se misturam,
Dissipando à solidão.
O mundo fica mais bonito,
Com respeito e união.
 
Vamos misturar as tintas,
Vamos sentir o sabor.
Usando o ingrediente,
Que chamamos de amor.
 

O feijão preto é mais gostoso,
Misturado com arroz.
O mundo fica colorido,
Com a pele de nós dois.
 

O leite fica saboroso,
Misturado ao café.
O preto e o branco são iguais,
Quando todos estão de pé.
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 18/04/2017
Alterado em 11/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras