Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


               O CARA É QUASE SANTO
 





O cara é quase santo,
Não há honesto aqui, mais que ele.
Se compara a Jesus Cristo,
Nunca viu nada e o que tem não é dele.
 

Ele crucificou Tiradentes,
E depois enforcou Jesus.
Espera que os favorecidos,
Não o condene e o mande para cruz.
 

Ele não rouba, ele só furta,
É crustáceo, nunca foi truta.
Se diz o filho do Brasil,
Mas é um bom da luta.

 

Aqui não somos Pilatos,
E não vamos lavar as mãos.
O povo alienado,
Juntos, cantam esses refrãos.
 

Ele me deu bolsa família,
Eu não preciso mais trabalhar.
Até os bandidos presos,
Salário, passaram a ganhar!


A carroça puxa o cavalo,
O café se adoça com sal.
O poste mija no cachorro,
O bandido condena o juiz federal.




 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 06/09/2017
Alterado em 11/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras