Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


  QUANDO O HOMEM É PASSIVO




Pode até ser complicado,
O amigo entender.
Essa tal realidade,
Que agora vou dizer.


Quando o homem é passivo,
E também subserviente.
Passa a ser para mulher,
Tão somente um parente.
 


O homem tem que ser 'o cara',
Em que a mulher sinta firmeza.
E se sinta protegida,

Isso é da fêmea natureza.


A vida animal ensina,
Ao homem uma lição.
Que a égua reproduz,
Com o cavalo garanhão.



Quando o leão é passivo,
A leoa o despreza.
E se dá a outro macho,
Que sua prole preserva.
Nelson Rodrigues falou:
"Que mulher gosta de apanhar..."
Nessa ele pegou pesado,
Só por generalizar.
 
 
O galo é quem domina
O harém no galinheiro.
Não há lugar para outro galo,
Ele comanda o terreiro.
O macho na real,
Tem sempre que dominar.
Está na biologia,
Está no DNA.
 


O cara quando é bonzinho,
A mulher não dá valor.
Ela quer, ela precisa,
De um cara pegador.


Que a domine por inteira,
E que lhe faça feliz.
Pode ser lá na Ceilândia,
Em New York ou Paris.
 


Medite, pense nesta letra
E no que estou mandando.
Caso eu tenha exagerado,
No que estou falando.


Não estou de todo errado,
Talvez generalizando.
Toda mulher é uma gata,
É comendo e miando.

 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 02/12/2017
Alterado em 11/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras