Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


               PRETO SIM, NEGRO NÃO!



Pretinho fica comigo...

Assim ela me falou.
Não quero ficar sozinha,
Me amarro na sua cor.
 

Se misturarmos as tintas,
Nascerá marrom bombom.
Sou preto, nunca fui negro;
Negro não rima, o preto tem som.
 

O café pretinho é bom;
O feijão preto também;
Se tenho uma grana preta,
É sinal que estou bem.
 

Eu sou preto, eu não sou negro.
Negro é maculação;
Quando os dias se fazem negros;
Não há paz no meu coração.
 
Quando a magia é negra;
Negra é a situação do refém,
A peste negra apavora;
Quando a fome é negra também.
 

O humor negro é triste,
Ser ovelha negra é pior;
Quem tem um passado negro,
Talvez não tenha um futuro melhor.
 

Negro não identifica;
O negro é agressivo;
O preto é elegância;
Negro é infeliz e maldito.
 


Nabby Clifford falou,
Com ele eu vou concordar:
"Se o mundo está mudando
Essa linguagem temos que mudar."



 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 07/12/2017
Alterado em 15/01/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras