Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


 
CONTRADIÇÕES JUDICIAIS 




É ou não é uma contradição?
O Da Silva desempregado,
Pelo juiz foi condenado
Por não poder pagar pensão.
 

É ou não é causa de indignação?
Políticos foram inocentados,
Após ficar comprovado
Que furtaram a Nação.
 


O governo assume a despesas
Onerando a sociedade
Dá café almoço e janta
Tirando do pobre a liberdade.



Eu só quero entender,
Como funciona isto.
Quem é pobre e sem poder,
Para os governantes é lixo.
 
Acabei de entender,
Já está tudo explicado.
Quem tem grana e poder,
No Senado, sabatina o magistrado.
 

Se a justiça fosse justa,
E seus atos imparciais.
Jamais absolviria a nossa oligarquia, 
De excelentíssimos marginais.
 

Mas quem está desempregado,
Sem saúde e educação.
Pela justiça é condenado,
Por não poder pagar pensão.




Outros recebem bolsas
Um auxilio reclusão
No País da desigualdade
Isto é contradição.


 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 15/03/2018
Alterado em 24/06/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras