Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


O FILHO PRÓDIGO
 
 

 

Não mais ficarei em casa
La fora deve ser melhor
Lá terei minha liberdade
Não mais eu me sentirei só.
 

Velho, quero minha parte
Tenho muito pra conquistar
Se eu ficar aqui dentro de casa
Minha vida não vai deslanchar.
 

Vá e tente ser feliz
Assim o velho pai falou
Enquanto ele teve dinheiro
Amigos nunca lhe faltou.
 

Não há bem que não se acabe
Na vida o tempo é senhor
Sentimento de pai para filho
Todos sabem, o nome é amor.
 

Na sarjeta e sem amigos
Depois que a grana acabou
Para a casa do velho pai
O filho pródigo voltou.
 

O pai sempre a sua espera
Então se regozijou
Feliz promoveu uma festa
Porque o seu filho voltou.

 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 22/07/2018
Alterado em 22/07/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras