Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos





Não, não VALE apena
Não VALE ver e reviver
Em Minas, a mesma cena
De vidas na lama se perder.
 

A VALE construiu um caminho
De tragédias, dejetos e lama
Que matou em Brumadinho
E já ceifou vidas em Mariana.
 

Aqui não se aprende com o erro
Vive-se num mar de lama
Cada um com seu medo
Elegendo quem os engana.




Quem vai pagar a conta
E a terceira tragédia evitar?
Quem vai pôr um fim na afronta
Que insiste em nos ultrajar?


O povo não quer desculpa
O povo quer solução
Que a VALE assuma a culpa
Proporcionando-os à reparação.
 

Não foi apenas acidente
Houve imperícia e negligência
De cunho subserviente
Que só gera violência.
 

Não vemos a justiça se pronunciar
Sobre a VALE da morte
Que o Brasil tem feito chorar
Deixando às vítimas jogadas à sorte.

 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 26/01/2019
Alterado em 26/01/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras