Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos

               TEM COVEIROS DE PLANTÃO
 



O nosso Brasil é mestiço e altaneiro
Porém, é complicado entender o brasileiro,
Elegemos um novo presidente...
Por sua audácia e para fazer diferente.
 



Tem coveiros de plantão
Os mesmos que se locupletaram com a
corrupção,
O presidente e os nossos sonhos querem enterrar
Querem impedir o Messias de governar e palpitar...



Presidente, de um soco na mesa...
Governe e ordene com sua militar destreza
Diga não aos preços dos combustíveis e aos juros bancários imorais
Isso só será possível, se contrapondo aos políticos corruptos e venais.
 



Seus filhos, em especial o Carlos Bolsonaro,
Na hora da dor, literalmente, estiveram ao
seu lado,
Parabenizo-os pela lealdade e fraternal proteção,
Sendo lídima a reação diante da real e possível traição.
 



Não existe amizade na política
É uma observação exata e analítica
Existem interesses e cumplicidade
Dos que se alimentam da vaidade.
 



Que a reforma que querem aprovar
Inclua à aposentadoria do parlamentar,
Que o Supremo e o poder judiciário
Não sejam tradados como sacrários.







Messias, tu és o nosso presidente
Não recue diante de um congresso doente
Governe dando a verdade ao povo
Nós trocamos o governo velho pelo novo.
 



Seja o Presidente da Petrobras...
Governe o Banco Central e as
estatais
Que despenquem as bolsas e as ações
E deixe que rufem os canhões.

 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 30/04/2019
Alterado em 30/04/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras