Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos



DÍZIMO





Até que o céu e a terra passem,
Um til da lei não passará.
Até que tudo enfim se cumpra,
A Lei ninguém pode mudar.
 
O livro de Malaquias,
Igrejas têm deturpado.
Deus falou contra Israel,
Quando Ele estava irado.
 
Não é por força ou violência,
Se oferta é com amor.
Estão fazendo de comércio,
A Casa que é do Senhor.
 
Estão pervertendo a Bíblia,
Com a dolosa vil ganância.
Todos sabem da verdade,
Mas alegam ignorância.
 
Era para os sacerdotes,
O mandamento do Senhor.
Eram animais e plantações,
O dízimo que Ele ordenou.
 
Em primeiro está o dízimo,
Em segundo a salvação.
Quem não dá os10%, 
Alguns chamam de ladrão.
 
Deus não está neste negócio,
Estão impondo condições.
Se ofertamos é com alegria,
Segundo as nossas condições.
 
Denominan de demônio,
O gafanhoto devorador.
E a bênção que vem do céu,
Não molha a terra que secou.
 
Cada um que contribua,
Como propôs seu coração.
Sem tristeza e constrangimento,
Está escrito meu irmão.


FONTE:
Malaquias 1:1
"1- Peso da palavra do SENHOR contra Israel, por intermédio de Malaquias."

Malaquias 1:11 
"11- Mas desde o nascente do sol até ao poente é grande entre os gentios o meu nome; e em todo o lugar se oferecerá ao meu nome incenso, e uma oferta pura; porque o meu nome é grande entre os gentios, diz o Senhor dos Exércitos."

Malaquias 2:1

"1- Agora, ó sacerdotes, este mandamento é para vós."

Malaquias 2:2
"2- Se não ouvirdes e se não propuserdes, no vosso coração, dar honra ao meu nome, diz o Senhor dos Exércitos, enviarei a maldição contra vós, e amaldiçoarei as vossas bênçãos; e também já as tenho amaldiçoado, porque não aplicais a isso o coração."

Malaquias 3:4-5
"4- E a oferta de Judá e de Jerusalém será agradável ao Senhor, como nos dias antigos, e como nos primeiros anos."

"5- E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o Senhor dos Exércitos."


Malaquias 3:6
"6- Porque eu, o Senhor, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos."

Malaquias 3:8-12
"8- Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas."


"9- Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação (Israel)."

"10- Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu (chuva), e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes."

 
"11- E por causa de vós repreenderei o devorador (gafanhoto-animal), e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos.".
 
"12- E todas as nações vos chamarão bem-aventurados; porque vós (Israel) sereis uma terra deleitosa, diz o Senhor dos Exércitos."

2 Coríntios 9 6-10
"6- E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará."

"7- Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria."

"8- E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra;"

"9- Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre."

"10- Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça;"

 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 26/01/2017
Alterado em 11/03/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras