Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos

CAÔ DA CONSTITUIÇÃO

 


Dizer que somos iguais!
É caô da Constituição...
Quem furta galinha vai pra cadeia
Quem achaca o País governa a Nação.
 

Todos somos culpados
Do que acontece nas eleições
Parecemos alienados
Reelegendo os mesmos ladrões.

 
Não devemos mais aceitar
“O faça o que mando na comunidade
De quem matar, furta e difama  sabendo.
Estar protegido, pela imunidade.
 
 

Dessa vez vamos fazer diferente,
Se damos o voto somos patrões
Não vamos votar em ficha suja,
Chega de amém aos mesmos vilões.

O Judiciário perdeu o limite
Está limitando nossa opinião
O STF está legislando e tirando do povo
O direito sagrado de expressão.
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 07/09/2020
Alterado em 10/09/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras