Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


               NÃO PODEMOS ACEITAR




Não, Não, não, não...
Nós não podemos aceitar.

Eles furtam a Nação,
E nós temos que pagar?
 

Está tudo dominado,
Nós estamos sem governo.
Elegemos as raposas,
Para guardar o galinheiro.
 

O poste urina no cachorro,
O rato corre atrás do gato.
Os que governam o País,
São todos réus na Lava Jato.
 

E o povo acovardado,
Cada vez vai TEMER mais.
Vendo ir para o Supremo,
O ALEXANDRE DE MORAES.


O juiz de primeira instância,
Que na pretória pois o veto.
O RENAN denominou:
De Magistrado JUIZECO.




Quem tem função de confiança,
Já está compromissado.
E não detém a isenção,
Pra Relator da LAVA JATO.




Rasgaram a Constituição,
Foi no SENADO e você viu.
O preceito do IMPEACHMENT,
LEWANDOWSKI não cumpriu.
 

Os que pagaram a vil propina,
Para se beneficiar.
Estão sendo condenados,
Quem recebeu vai escapar.
 

Se o BRANCO fosse puro,
E o AZUL celestial.
O VERDE OLIVA cumpriria
A ordem constitucional.

 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 10/02/2017
Alterado em 11/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras