Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos



               AINDA HÁ ESPERANÇA!




 
O povo está assustado
Com o futuro do nosso Brasil
Os poderes estão corrompidos
Desse jeito nunca se viu.
 
Se o nosso país fosse sério
E o judiciário independente
Político não enricaria
E hospital não ficava doente.
 
Se o poder emanasse do povo
Como manda a Constituição
Não teria amigos no Supremo
Apadrinhados com indicação.
 
Eles vendem até a mãe
Eles vendem a nossa Nação
Fazendo medidas provisórias
A urna funesta é a solução.
 
Tiram vidas nas estradas
E também nos Hospitais
Fazem crescer a Clacolândia
Segurança não se ver mais.
 
Um bando de FDP/s
Delinquentes e cheios de moral
No poder furtando o País
Se diz inocente na cara-de-pau.
 
Não vote mais em bandidos
Não seja um ser conivente
Quando você vende seu voto
Seu nome é subserviente.
 
Ainda há esperança
Sorriremos depois deste choro
Quiçá, juizes brasileiros
Tiverem o carater que tem S. Moro.

 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 17/04/2017
Alterado em 17/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras