Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


NÃO HAVERÁ CONDENAÇÃO

 
 
"Chegará um tempo em que, um povo para combater a corrupção, talvez tenha que retroagir uns vinte ou trinta anos no judiciário, pois é nele que se perpetua o mal." (Maquiavel - 1523)






Os onze do Supremo,
Ninguém pode julgar.
Intocáveis poderosos,
Se comparam a Allah.
 

Não se declaram impedidos,
E sim acima da Lei.
São escudeiros amigos,
Indicados pelo Poderoso Rei.
 

A competência do STF
É guardar à Constituição.
Mas os três carcereiros,
Entendem soltar ladrão.

 

Os três não são suspeitos;
Os três são impedidos;
Os três foram indicados,;
Para guardar os seus bandidos.




No escritório de Sérgio Bermudes,
Trabalha a advogada Guiomar.
Que defende o Eike Batista,
Guiomar é Mulher do Gilmar.




Os que buscam independência,
Não conseguem encontrar.
Quando o Rei está na berlinda,
A gratidão faz aflorar.
 

Não há justiça, há amizade,
Há gratidão e vaidade.
Agem dissimuladamente,
Sorrindo da sociedade.
 

Mas o poder é passageiro,
Se começou vai terminar.
Se caixão, não tem gaveta,
Não vale se locumpletar.
 

O Gil comanda o mar de fezes,
É o laxante libertador. 
Se está preso, ele solta,
O poderoso que furtou.




Um prende, o outro solta,
Um faz justiça, o outro não.
Se o bandido é amigo,
Não haverá condenação.
 

Esse poder não é legítimo,
O povo não lhes conferiu.
Nem demos tal delegação,
Ao Presidente do Brasil.
 

Diante dessa controvérsia,
Que é inconstitucional.
Estamos no mato sem cachorro,
Ou no curral eleitoral,seu animal.

 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 26/04/2017
Alterado em 11/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras