Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


PR C O L L O R

Ferido de morte ele ressuscitou,
E em grande estilo virou Senador!
Reviveu sua história falando à Nação,
Na mesma tribuna da ocasião.
Alegando motivos de ouvir falar,
Na sua presença alguns vi calar.
Da mesma bebida de sabor cruel,
Os algozes degustam com gosto de fel.


A vida tem idas e voltas também,
Feliz só se vive plantando o bem.
Ferir as pessoas de forma covarde,
O tempo não perdoa te cobra mais tarde.
Nesta história política, todos puderam ver,
Sobreviveram alguns poucos sem o sonhado poder.
O "Presidente do Senado", isto pode entender!


Conceito da lei não se pode olvidar,
O acusador é quem tem que a culpa provar.
Levando consigo a injúria e a dor,
Longe de todos ele se superou.
O tempo é o juiz de quem sabe esperar,
Rebusca implacável os que não sabem julgar.


Dormindo na cama PC teve seu fim,
Esta história de irmão me lembra Caim.


Mesmo sendo a ave que a CPI comandou,
Esqueceram no galho e nunca mais voltou.
Levado ao fundo Ulisses desapareceu,
Lições amargas que a vida nos deu,
O preço é alto pra quem sobreviveu.

 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 11/09/2007
Alterado em 08/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras