Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


     AMOR PATERNAL
 
 


Aqueles dias, eu gostaria de apagar
E nunca, nunca mais me lembrar
Que não consegui me dominar
E agir ao contrário do que falamos
Sobre o sentido de amar.
 


Quem sabe mais tem que errar menos
Por essa razão não posso te culpar
Quem sou eu para atribuir-lhe culpa
Se há muito foi eu o primeiro a errar
Por não saber com você conversar.
 


A vida não é feita de mar de rosas
Tem chuvas, trovoadas e noites horrorosas
Que literalmente são assombrosas
Mas que temos que saber
Administrar até que possa passar.
 


Tudo na vida passa
Tudo isso e nós, iremos passar
Não vamos deixar que essas mossas
Se torne perpétua no coração
Por não sabermos exercitar o perdão.
 


Quem nunca errou atire a primeira pedra
Pedra alguma eu não posso lançar
Errei muito e pouco fui apedrejado
E nem sequer fui alijado e censurado
Pelos erros que errei sem querer errar.
 


Estou no segundo tempo do jogo
Tenho que jogar bem, não posso errar
Nunca perdi e não vou perder no final
Vamos esquecer os passes errados
E comemorar o amor paternal.

 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 10/11/2018
Alterado em 10/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras