Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


                 EDUCAÇÃO MARGINAL




 
Isso que aconteceu no Brasil, em nenhum país sério é normal... Censurar o Ministro da Educação por determinar às escolas que, doravante, alunos hasteassem a bandeira e cantassem o  hino nacional.
 


Ora, não vimos tamanha revolta e censura quando inseriram pornografia nas escolas. Muito menos censuraram o banco Santander quando em sua exposição imoral, dois homens brancos estupravam um outro preto, que em ato contínuo em um,fazia sexo oral.
 


Não vimos pseudoseducadores se posicionar, nem provocar o MP para o Ministro da Educação interpelar, quando colocaram alunos para participar, sem autorização dos pais, da imoral exposição de adultos nus, onde as crianças podiam-lhes tocar, sem intervenção parlamentar.
 


Ministro, data máxima vênia, Vossa Excelência não deveria ter se curvado. Na real, seus atos não foram errados! O Sr. quis melhorar o Brasíl e educar quem é mal educado. Ademais, só devem ser execrados  e perdir perdão aqueles que furtaram a nação, e cometem corrupção contra o Estado, maior de todos os pecados.
 


É insanidade, falta do que fazer e contradição repudiar o slogan “Brasil acima de tudo e Deus acima de todos", que não citou religião. Temos sim, que resgatar os valores pátrios do Brasil e da nossa ultrajada, sucateada e marginalizada Nação.
 


Tem que ser criminalizado o ato terrorista de se queimar a bandeira brasileira, isso é coisa séria, não é brincadeira. Nossa bandeira é verde, amarela, azul e branca!
Não é vermelha, não tem outra cor, só os não brasileiros são capazes de tocar esse horrendo horror.
 



Vimos e ouvimos notícias de alunos marginais espancando professores;
dessa arbitrariedade a imprensa marrom não deu publicidade, nem das escolas sem carteira e sem lousa em vários municípios e cidades, em face do desvio de verba arquitetada via corrupção.
Senhor presidente e governadores, vai aqui uma sugestão: contigenciem o dinheiro do carnaval  para a educação.
 



Ei, faça valer seu voto; cobre dos eleitos as promessas de campanha. Quem não bate, apanha!
Eu sou o RUBÃO – lembra-se: Seu voto é mais forte e eficaz que um tiro de canhão.
 


E vocês que só querem atrapalhar,
Vão pra pu ki ki pa pa... 
Deixem o homem trabalhar.
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 26/02/2019
Alterado em 27/03/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras