Rubens Lima

Um poeta que é apaixonado pelo que é e pelo que faz.

Textos


         ASSEMBLEIAS LEGISLATIVAS
 




Ai... Vai em forma de poema
Esta lamentável contestação, 
A maioria dos políticos brasileiros
Não quer nem gosta
De cumprir a Federal Constituição.
 



Procura sempre um jeitinho de burlar,
Em especial para se beneficiar ou mesmo,
Para se dar bem ou se locupletar...
Colocam um band aid na facada
Ao invés de operar quem está a agonizar.
 



Desde 1824, no art.  21 existe previsão, 
Dando competência às Assembleias,
Para instituírem sua polícia legislativa...
Mas contrariam o art. 144 da Carta Magna
Utilizando PM/s sob uma contrária narrativa.
 



Faltam compromisso e vontade política,
Não descartamos a falta de coragem moral
Para devolver à sociedade e à população
A Policia Militar que, em desvio de função constitucional,
Fragilizam o policiamento ostensivo e sua manutenção.
 



Senhores deputados, é cada um no seu quadrado!
A Policia Militar é do Executivo, não do Legislativo
Devolva-os para a sociedade e para a população
É dever de cada brasileiro fazer valer
Os preceitos da nossa rasgada e ultrajada Constituição.
 



A sociedade quer a polícia militar nas ruas,
Não no âmbito da Assembleia Legislativa
Desempenhando função parlamentar,
Sob uma inconstitucional justificativa
De que na Assembleia existe Casa Militar.



A Constituição Federal de 1988,

No § 3º, do art. 27, assevera
Para que o Legislativo não erre 
Utilizando polícia do poder Executivo,
E de tal intervenção se liberte.




Excelentíssimos, até quando
A hipócrita ilegalidade risonha
Sobreporá à verdade tristonha?
Agradeçam as críticas que os corrigem,
E repudiem os elogios que os corrompem.



Por fim,
Saibam vossas Excelências que,
A verdade é um remédio amargo
Mas é o único que cura o caráter.


 
Rubens Lima
Enviado por Rubens Lima em 22/11/2019
Alterado em 22/11/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.rubenspoeta.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras